Quinta, 19 de Maio de 2022
12°

Alguma nebulosidade

Brasília - DF

Saúde Distrito Federal

Reforço de profissionais garante continuidade das ações na Saúde

Além da convocação de 366 novos enfermeiros de carreira, haverá contratação temporária de 362 técnicos de enfermagem e de 100 médicos

27/01/2022 às 20h15
Por: Redação Fonte: Secom DF
Compartilhe:
Foto: Reprodução/Secom DF
Foto: Reprodução/Secom DF

Com mais de 30 mil servidores, a Secretaria de Saúde do Distrito Federal registrou em janeiro 1.556 casos de afastamentos por conta de síndromes respiratórias, covid-19 e outras doenças. Porém, as atividades de vacinação, testagem de covid-19 e atendimento de pacientes foram ampliadas graças à contratação de mais pessoal e expansão de carga horária.

As principais medidas adotadas foram explicadas, na tarde desta quinta-feira (27), durante coletiva de imprensa.

Subsecretária de Atenção Integral à Saúde, Paula Lawall, o secretário de Saúde, general Manoel Pafiadache, e o secretário-adjunto de Assistência à Saúde, Fernando Erick Damasceno | Foto: Tony Winston/Agência Saúde
Subsecretária de Atenção Integral à Saúde, Paula Lawall, o secretário de Saúde, general Manoel Pafiadache, e o secretário-adjunto de Assistência à Saúde, Fernando Erick Damasceno | Foto: Tony Winston/Agência Saúde

“O governador Ibaneis tem colocado muita mão de obra, muitos recursos humanos à disposição da secretaria”, afirmou o titular da pasta, general Manoel Pafiadache. Além da convocação de 366 novos enfermeiros de carreira, haverá o reforço temporário de 362 técnicos de enfermagem e de 100 médicos. Houve, ainda, a ampliação da carga horária de servidores.

R$ 68 milhões foram empenhados nos últimos cinco meses para a compra de material de proteção, como luvas, máscaras e capotes

“Mesmo estando em um momento difícil, conseguimos fazer mais de 10 mil vacinas por dia”, resumiu o secretário-adjunto de Assistência à Saúde, Fernando Erick Damasceno. Na terceira semana de janeiro, também foram realizados mais de 26 mil testes de covid-19. Já a Atenção Primária à Saúde registra cerca de 40% dos atendimentos relacionados apenas às síndromes gripais.

A subsecretária de Atenção Integral à Saúde, Paula Lawall, informou que R$ 68 milhões foram empenhados nos últimos cinco meses para a compra de material de proteção, como luvas, máscaras e capotes. “A Secretaria de Saúde tem tomado todos os cuidados de atenção a essas pessoas e à prevenção dessa situação de adoecimento”, disse.

*Com informações da Secretaria de Saúde

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários