Quinta, 19 de Maio de 2022
13°

Alguma nebulosidade

Brasília - DF

Saúde Saúde

Rio tem 600 mil pessoas aptas a tomar o reforço da vacina

Secretaría de Saúde pede que todos completem o esquema vacinal

27/01/2022 às 14h45
Por: Redação Fonte: EBC
Compartilhe:
© Tânia Rêgo/Agência Brasil
© Tânia Rêgo/Agência Brasil

Entre os 5,4 milhões de pessoas da cidade do Rio de Janeiro que já completaram o esquema vacinal básico contra a covid-19, com duas doses ou a dose única, cerca de 600 mil já estão aptas a receber a dose de reforço, mas ainda não retornaram aos postos.

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) alertou que a proteção oferecida pelas vacinas diminui ao longo do tempo, por isso há a necessidade de reforçar a imunização após 4 meses da segunda dose, para não colocar a campanha de vacinação em risco.

Os painéis da prefeitura indicam que 456,6 mil pessoas tomaram a primeira dose da vacina e não retornaram aos postos para completar o esquema básico contra a covid-19. Outras 16,7 mil não receberam nem a primeira imunização. Esses números vêm diminuindo gradativamente, já que na semana passada eram 470 mil sem a segunda dose e 19 mil sem nenhuma.

Da população total da cidade, 87,7% receberam a primeira dose, 82,1% estão com a segunda dose ou dose única e 33,5% já tomaram a dose de reforço. Da população elegível para tomar a vacina a partir dos 5 anos de idade, 92,3% receberam a primeira dose e 87,4% estão com o esquema de duas doses completo.

De acordo com a Fiocruz, quem teve covid-19 precisa aguardar 30 dias para se vacinar, contados a partir do início dos sintomas ou da testagem positiva, em caso de assintomáticos.

Vacinação infantil

Até o momento, foram vacinadas 70,1 mil crianças de 5 a 11 anos de idade na cidade, o que equivale a 13% do total de 560 mil esperadas pela prefeitura. Desse total, 2.405 são portadoras de alguma comorbidade e 1.534 são crianças com deficiência. Meninos e meninas nessas condições podem ser levadas aos postos em qualquer dia, independente do calendário por idade.

Hoje (27), podem ser vacinadas as crianças de 9 anos de idade e amanhã e no sábado é a vez das de 8 anos de idade ou mais. Na próxima semana, volta o esquema de um dia para meninas, outro para meninos e o terceiro para a repescagem, em idade decrescente, terminando o cronograma no dia 9 de fevereiro com a repescagem para crianças a partir dos 5 anos de idade. Porém, de acordo com a disponibilidade de doses, a Secretaria de Saúde informou que pode adiantar o calendário.

Situação epidemiológica

Entre os 228 mil casos confirmados apenas este mês de janeiro na cidade, o que já corresponde a 77% de todos os casos registrados de covid-19 em todo o ano de 2021 e ultrapassou em 4% o total dos casos de 2020, 11 mil foram em crianças até 9 anos de idade e 15,2 mil em jovens de 10 a 19 anos de idade. Os casos graves somam 1.071 este ano e os óbitos chegaram a 160.

Das 1.218 pessoas que precisaram de internação na rede municipal este mês por covid-19, 202 foram de pessoas com menos de 40 anos de idade. No momento, o painel da prefeitura indica 750 internados por covid-19.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários