Quinta, 19 de Maio de 2022
12°

Alguma nebulosidade

Brasília - DF

Brasil OPINIÃO

Divisor de águas: Dr. Eugênio Ricas e o combate sistemático a corrupção.

Sinônimo de dor de cabeça para quem pratica crimes no ES, Dr. Eugênio Ricas se estabelece como a força da lei

25/01/2022 às 06h29 Atualizada em 25/01/2022 às 06h47
Por: Max Ladeira
Compartilhe:
Divisor de águas: Dr. Eugênio Ricas e o combate sistemático a corrupção.

Houve um tempo no ES que a polícia federal era apenas um local para se tirar passaporte, diante das poucas operações que aconteciam, em um estado reconhecido Brasil afora por sua corrupção sistêmica.

Nos dias atuais depois da chegada do Dr. Eugênio Ricas ao posto maior da instituição  a coisa vem tomando outra dimensão, principalmente em se tratando dos crimes do colarinho branco aqueles praticados em sua maioria por agentes públicos, que no passado tinha a "conivência", ou, pelo menos, a vista grossa de quem deveria combatê-los.

A prisão do Daniel do Açai Prefeito de São Mateus por exemplo, em tempos antigos jamais se daria em terras capixabas, diante da sua importância política naquela região.

Agora, sem se importar com o peso do personagem, ou, a sua relevância na história, Ricas coleciona desafetos, impõe um ritmo poucas vezes visto em seus comandados sendo tema constante de reportagens nacionais prova de que a mudança no comando da instituição foi acertada.

Sinônimo de dor de cabeça para quem pratica crimes no ES, Dr. Eugênio Ricas se estabelece como a força da lei em um estado onde já se viu de tudo: Desembargadores e Juízes presos, políticos corruptos, tráfico de drogas e por aí vai.

Assim no melhor estilo a “A LEI É PARA TODOS” segue o Dr. Eugênio fazendo o que faz de melhor: alcançar criminosos e tirá-los do convívio da sociedade independentemente do seu sobrenome.  

Por esse motivo precisamos celebrar o trabalho desses heróis: Salve Ricas, Salve a Polícia Federal, cumpra-se a lei em nossa terra!

 

 

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários